Masthead header

Sobre as estações da vida

14963333_1330808846963333_7129930111277162112_n

Pablo Neruda, poeta chileno, disse: “Deixa que a vida faça contigo o que a primavera faz com as flores”. Não existe estação do ano mais inspiradora do que a primavera. A forma como as flores renascem nos faz refletir sobre o quanto é importante nos abrirmos a mudanças – e como a vida nos retribui quando fazemos isso.

Aliás, todas as estações do ano nos revelam a importância de viver cada fase, respeitando as nuances da vida: a alegria do verão não teria tamanho valor se não fossem os dias frios do inverno… o cinza do outono é o cenário perfeito para que a primavera chegue e seja exatamente como é: encantadora. Da mesma maneira ocorre na vida de uma pessoa ou uma família!

A forma perfeita de observar isso é resgatando lembranças através da fotografia. Sim, a fotografia tem o poder de relembrar e resgatar ciclos da nossa trajetória. E não falo só de mudanças físicas, como cortes de cabelo ou roupas da época. Toda fotografia carrega consigo uma carga de história que fica eternizada!

IMG_1472

A infância, sem dúvidas, é uma das estações mais importantes na vida de uma pessoa, e cada fotos tirada nesse período retrata uma pessoa em constante mudança e aprendizado, como em um desabrochar para a vida, na fase mais pura de todas! Já a adolescência é intensa como o verão e estabelece formas de expressões originais e cheias de personalidade. As fotos dessa estação são cheias de histórias, companhias, sentimentos…

Tal como na primavera, durante nossa existência vivemos diversas formas de desabrochar, quando experimentamos sentidos novos, como formar uma família, gerar um filho, ou até mesmo escolher viver com alguém. Em todas essas fases, a medida em que geramos algo novo externamente, por dentro estamos nos transformando, e deixando para trás as folhas secas do Outono.

  Uma coisa eu aprendi: todas as estações das nossas vidas valem a pena ser registradas, pois elas jamais retornam da mesma maneira que foram, e todas têm o seu valor para a construção da nossa história.

Portanto, comece a recolher as folhas secas desse Outono que passou, e dê espaço às flores e cores da primavera, que acaba de chegar!

Beijos Silvia Martins

 

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*